A II Cimeira dos Arquipélagos da Macaronésia realiza-se na sexta-feira na ilha de São Miguel, nos Açores, com o objetivo de aprofundar o relacionamento entre Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde, adiantou hoje o executivo açoriano.

Esta cimeira, que decorrerá na tarde de sexta-feira, visa, entre outros pontos, estreitar as relações entre os quatro arquipélagos, tendo em conta a existência de desafios e áreas de interesse comum, bem como o aprofundamento das relações bilaterais já existentes, reforçando, deste modo, os laços de cooperação na área geográfica da Macaronésia”, apontou o Governo Regional dos Açores, numa nota enviada à imprensa.

A II Cimeira dos Arquipélagos da Macaronésia vai juntar nas Furnas, no concelho da Povoação, os presidentes dos governos regionais dos Açores e da Madeira, Vasco Cordeiro e Miguel Albuquerque, o primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, e o conselheiro para a Economia, Indústria, Comércio e Investigação do Governo das Canárias, Pedro Ortega Rodríguez, em representação do presidente Fernando Clavijo Batlle.

Na manhã de sexta-feira, Vasco Cordeiro receberá no Palácio de Santana, em Ponta Delgada, o seu homólogo da Madeira e o primeiro-ministro de Cabo Verde, em encontros bilaterais.

Na I Cimeira da Macaronésia, que decorreu em dezembro de 2010, na ilha de São Vicente, em Cabo Verde, foi politicamente oficializada a criação da Região da Macaronésia, que congrega um total de 28 ilhas habitadas e tem “um potencial mercado de cerca de três milhões de habitantes, extensível à Europa e a África”.

Fonte: Diário de Notícias